Sindicato Rural de Pindamonhangaba realiza curso de Doma Racional

O respeito pelo animal é o principal objetivo do curso de doma racional, que acontece na Fazenda São José do Tanque. O curso profissionalizante é realizado em parceria com o SENAR.

Segundo o instrutor Kleber Brandão de Godoy, as técnicas visam o bem-estar animal e utilizam medicina preventiva, cuidando da saúde dos cavalos. “Essa é a principal diferença da doma tradicional, em que o instinto do animal não era respeitado. Na doma racional, existe uma leitura do animal, um entendimento de como ele se comunica”, explica.

O sargento Nascimento do DCTA – Departamento de Ciências e Tecnologia Aeroespacial de São José dos Campos, é um dos participantes e explica que veio buscar informação para trabalhar melhor com os animais da cavalaria. “Nós recebemos 12 animais que eram utilizados na equoterapia e apesar de mansos, quando têm que fazer alguma atividade pertinente à patrulha, se mostram arredios, então o curso vai nos ajudar a trabalhar com eles”, comentou.

Rebeca Meystre trabalha com cavalos há anos e também se matriculou para conhecer a metodologia da doma racional. “Eu sempre trabalhei com cavalos, já fiz enduro, trabalhei com diversas raças, mas, sempre com técnicas tradicionais, o curso certamente vai complementar o trabalho que já desenvolvo”, ressaltou.

Durante as aulas, os alunos vão aprendendo a lidar com os animais passo a passo. “No primeiro dia temos aulas mais teóricas e a partir do segundo dia, começamos com o trabalho prático, tendo os primeiros contatos, tirando as cócegas do animal, fazendo o cabresteamento, a monta e finalizando com o aprimoramento dos comandos. Tudo isso respeitando o tempo do animal”, concluiu o instrutor.

Nos próximos meses estão previstos o curso de rédeas e de aplicação de medicamentos, que darão continuidade ao curso de doma.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *